EUA pede mais restos mortais a Coreia do Norte

Por Agência Brasil – NHK (emissora pública de televisão do Japão)

Um funcionário do alto escalão do Departamento de Defesa dos Estados Unidos informou hoje (2) ter enviado uma carta às Forças Armadas norte-coreanas pedindo cooperação na recuperação dos restos mortais de soldados americanos que morreram durante a Guerra da Coreia, na década de 1950.

Na quinta-feira (1º), o Pentágono convidou 300 membros de famílias de soldados mortos para explicar-lhes o plano, baseado num acordo assinado durante a primeira reunião de cúpula entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte, realizada em junho do ano passado.

Kelly McKeague, chefe de uma agência responsável pelo projeto, explicou que a Coreia do Norte havia interrompido as conversações sobre esta questão desde que a segunda reunião de cúpula foi suspensa em fevereiro.

Segundo McKeague, o Pentágono enviou a carta às forças da Coreia do Norte em julho, depois de uma terceira reunião de cúpula realizada em junho na zona desmilitarizada entre as duas Coreias.

Segundo o chefe da agência, a carta salienta que a restituição dos restos mortais poderia ser uma maneira de construir pontes e autoconfiança para um futuro melhor entre os Estados Unidos e a Coreia do Norte.

McKeague também disse que o governo dos Estados Unidos vê a questão como humanitária, e gostaria de lidar com ela separadamente da questão da desnuclearização.